Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 30 de janeiro de 2011

SAUDADE






Oficialmente o dia de 30 de Janeiro é nomeado como o dia da saudade. Porque esse sentimento merece uma data específica?
Talvez por ser um uma das palavras mais descritas e citadas em poesias e canções.

Do latim solitas, solitatis (solidão), e pode ser definida pela lembrança ou ausência de pessoas, coisas, situações, lugares, etc...

As vezes ela é imprevisível, vem inesperadamente com um som, cheiro. Não é palpável, senão conseguiríamos arrancar com nossas próprias mãos essa nostalgia, que as vezes faz doer. Melhor que seja assim, pois na minha opinião, só sentimos saudades de coisas boas, de momentos felizes.



Um poema de saudade:


Saudade

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.
Pablo Neruda





Créditos da imagem:

Nenhum comentário:

Postar um comentário