Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 2 de junho de 2011

ADITIVOS QUÍMICOS PRESENTES EM NOSSO COTIDIANO




Por ocasião do desenvolvimento desenfreado de novas tecnologias, principalmente da Química na atualidade, foram surgindo novos componentes para proporcionar maior praticidade aos consumidores cada vez mais exigentes e que levam uma vida bem corrida. Esses componentes são os Aditivos Químicos. Neste artigo iremos saber um pouco mais sobre eles.


O QUE SÃO ADITIVOS QUÍMICOS?

Aditivos são componentes facilitadores no processo de industrialização de determinado produto industrializado, melhorando seu desempenho.  A adição de certos aditivos é indispensável, pois muitos produtos sozinhos não são eficazes, necessitando assim da ajuda dos aditivos, são produtos auxiliares, ou seja, melhoram a eficiência.

TIPOS DE ADITIVOS QUÍMICOS

Atualmente, devido à tecnologia, existe uma variedade de Aditivos: para o segmento alimentício, de plásticos, de tintas, construção civil, na indústria fabril, na indústria automobilística entre outros.
Para o segmento de plásticos, por exemplo, os Aditivos indicados são os estabilizantes térmicos, que impede que peças (cadeiras de plásticos) escureçam. Os estabilizantes realizam uma pequena função de lubrificantes.
Os lubrificantes permitem uma boa homogeneização, age ainda como anti-oxidante, anti-espumante e anti-desgaste.
A indústria de plásticos faz uso de anti-estático (que modificam as propriedades elétricas dos polímeros) e plastificante (com a função de maleabilidade e flexibilidade), por exemplo, nos tubos de PVC.

Na construção civil utilizam-se muito os plastificantes no concreto para torná-lo mais trabalhável, os superfluidificantes influenciam na resistência final do concreto, esses aditivos são indicados quando se necessita um concreto de boa qualidade, resistência, durabilidade e como benefício há uma economia maior de cimento.

Em tintas alguns dos aditivos utilizados são os espessantes, que proporcionam uma viscosidade (resistência ao escoamento) desejada e adequada para determinada tinta, que consequentemente terá um determinado fim: pintura em casas, móveis, etc...
Há os biocidas que são conservantes, anti-espumantes, surfactantes (sabões metálicos), entre outros.

Na indústria automobilística utiliza-se os pós metálicos (sob a forma de estearatos de zinco, alumínio devidamente compactados e sinterizados), eles servem para reduzir o atrito entre as paredes da matriz de uma peça, são utilizados em peças de suspensão, pistões, bombas de direção hidráulica, corpos de válvulas e etc.



Em cosméticos, um dos aditivos mais utilizados são os corantes e pigmentos, usados para deixá-los mais chamativos ao consumidor. Os corantes são colorantes solúveis e os pigmentos insolúveis, é a maior funcionalidade de um cosmético: maquiagem e tinturas. Outro aditivo que compõe um cosmético é o conservante (conhecido como preservante, pois inibe o crescimento de microorganismos no produto, livrando-o de possíveis deteriorações).

Na indústria alimentícia há uma vasta lista de aditivos adicionados na industrialização de um produto, utilizados para baixar o custo e aumentar o prazo de validade do alimento.
Servem ainda para modificar o sabor ou melhorar a aparência dos alimentos, essas substâncias são utilizadas há muito tempo, como o sal no presunto e o vinagre nos picles.
Devido ao desenvolvimento da indústria alimentar durante esses anos, foi surgindo e introduzindo novos aditivos com maior eficácia.
Os produtos químicos que mais frequentemente são encontrados em alimentos industrializados são os: corantes, aromatizantes, conservantes, antioxidantes, estabilizantes, acidulantes.
Os corantes como o próprio nome diz, tem a função de colorir os alimentos, deixando-os com uma aparência mais saudável e mais atrativa. Ex: biscoitos, bebidas, sorvetes, massas, entre muito outros.
Os aromatizantes realçam o sabor e aroma causando maior aceitação por parte do consumidor. Encontrados em sopas, enlatados, sorvetes, bolos, etc.
Os conservantes têm a função de fazer com que os produtos pareçam naturais, evitando que se degradem facilmente. São encontrados na maioria dos alimentos: refrigerantes, conservas, carnes, pães, margarinas, farinhas.
Os antioxidantes têm a função parecida com a dos conservantes, pois retardam a ação dos microorganismos, evitando que o ranço se manifeste principalmente em óleos e gorduras.
Os estabilizantes têm como função principal estabilizar as proteínas de determinado alimento, ao mesmo tempo em que mantêm a aparência saudável.
Acidulantes são utilizados em bebidas, onde permite imitar o sabor de frutas e modificar o efeito de doçura do açúcar, imprime um sabor ácido a certos alimentos.
Apesar dos benefícios que a adição de determinados aditivos proporciona em nossa vida, é necessário ficar atento em determinados produtos que adquirimos, sejam eles alimentares ou para outros fins.




Aqui no Brasil, a ANVISA (Agência Nacional da Vigilância Sanitária) regulamenta a adição de aditivos na fabricação de alimentos. Podemos consultar a legislação sobre Aditivos Alimentares e Coadjuvantes de Tecnologia no site da ANVISA:
  • Portaria nº. 1003, de 11 de Dezembro de 1998;
  • Portaria nº. 540, de Outubro de 1997;
  • Resolução CNNPA 21/75;
  • Decreto nº. 55.871, de 26 de Março de 1965;
  • Decreto nº. 50.040, de 24 de janeiro de 1961.

Pudemos perceber que os Aditivos Químicos vieram com a finalidade de facilitar nossa vida, mas há sempre os prós e os contras, como se trata de componentes químicos, todo cuidado é pouco, devemos sempre obter produtos devidamente regulamentados e supervisionados, usar com moderação e assim desfrutar de todos os benefícios conseguidos em suas elaborações.


BIBLIOGRAFIA

·  ANVISA, legislação: Aditivos Alimentares e Coadjuvantes de Tecnologia – acessado em 07/Out./ 2010, disponível em:

·        DECRETO nº.55.871/65 – Define e Regulamenta a Produção de Alimentos – acessado em 07/Out./2010, disponível em:

·        ADITIVOS, Paint Quality Institute – acessado em 07/Out./2010, disponível em:

·  TEIXEIRA, LUZIMAR – ADITIVOS QUÍMICO NA ALIMENTAÇÃO-publicado em 23/06/2010, disponível em: http://www.luzimarteixeira.com.br/2010/06/aditivos-quimicos-na-alimentacao/
Acessado em 26/Agos/10;

Acessado em 26/Agos/10.



Nenhum comentário:

Postar um comentário