Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 9 de fevereiro de 2013

OS ALQUIMISTAS





A relação dos alquimistas, que praticavam a Alquimia, com a Química Moderna é estreita, pois foram os alquimistas, os precursores da Química.

A Alquimia é uma tradição antiga que era praticada por vários povos: chineses, árabes, judeus, europeus. Essa prática combinava elementos da Química, Física, Astrologia, Arte, Metalurgia, Medicina, Misticismo e Religião.

A Alquimia na época medieval com seus estudos sobre os metais, acabou fundando as bases da Química que temos acesso. Ao manusear os metais, diversas novas substâncias foram descobertas, a transmutação dos metais inferiores em ouro era um dos objetivos dos alquimistas.

A transmutação nada mais é do que a transformação de uma forma ou matéria em outra, alterando as proporções dos elementos através dos processos de destilação, combustão, aquecimento e evaporação.

As principais matérias-primas da Alquimia eram o Mercúrio e o Enxofre. O Enxofre era utilizado devido ao seu princípio físico e às suas propriedades de combustão, o Mercúrio devido ao seu princípio volátil, passivo, inerte, dessa combinação, formava o que os Alquimistas chamavam de “O Coito do Rei e da Rainha”, em suas práticas sempre prevaleciam as simbologias e o misticismo.

O arsênico segundo fontes de pesquisa sobre a Alquimia, servia de meio de ligação entre o Mercúrio e o Enxofre.

Por ser muito fechada, com códigos, sem referências, seus textos dificultam a total interpretação, mas tudo isso era um artifício para despistar a Inquisição, apesar de todos esses cuidados, muitos praticantes foram condenados à fogueira.

O objetivo principal dos Alquimistas, era a busca da pedra Filosofal ou Medicina Universal, um tipo de elixir da vida longa. Todos os trabalhos realizados em laboratório com os metais, era uma metáfora de sua natureza espiritual. A transformação dos metais inferiores em ouro, representava a transformação de si próprio, de um estado inferior, para um estado espiritual mais elevado.

Algumas das descobertas que hoje utilizamos vastamente, devem-se aos alquimistas: banho-maria, a potassa cáustica, a composição química do alvaide, cinabre e o mínio, a identificação do zinco, a utilização dos compostos químicos, bicarbonato de Potássio, Óxido de Estanho, descobrimento do ácido sulfúrico e clorídrico.

Em outros segmentos houve também incorporação dos símbolos da Alquimia, como por exemplo, a psicologia moderna, a cabala judaica tem forte relação com a Alquimia, mas foi nas ciências ocultas, a maior influência.

Além de várias contribuições, a Alquimia nos deixa uma grande mensagem: a busca pela perfeição reencontra com seu lado espiritual e superior, na mais simples das análises, se tem um objetivo, e isso serve para nossa vida, como uma reflexão.








CRÉDITO DA IMAGEM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário