Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 3 de março de 2013

A IMPORTÂNCIA DA PELE PARA A NOSSA SAÚDE





A pele humana é o maior órgão do corpo humano e é a responsável pela proteção contra agentes externos, tais como doenças, infecções, agentes poluentes. Atua como uma barreira protetora dos órgãos internos.
Composta pela epiderme (parte mais externa), derme (tecido conjuntivo) e a hipoderme (subcutânea).

As funções básicas da pele são:
Excretora: Função ativada quando eliminamos resíduos do metabolismo corporal;

Protetora: Função que impede que a penetração de substâncias sejam absorvidas;

Relação: Função que nos permite captar as condições do ambiente que estamos;

Termorreguladora: Função que permite a ação de mecanismos que mantêm a temperatura corporal constante;

Metabólica: Síntese da vitamina D, permitindo a absorção do cálcio proveniente da alimentação.


Diversos fatores podem alterar o equilíbrio do funcionamento da pele, sendo que muito deles podem acelerar o envelhecimento desse órgão. A exposição solar é um dos fatores que mais interfere nos mecanismos da pele, tendo efeitos que se acumulam ao longo do tempo e, se não cuidarmos, pode haver diversas conseqüências.
Tendo em vista a importância da pele como barreira protetora e os efeitos que uma exposição exagerada ao sol pode causar, vamos falar de métodos que podem protegê-la.


Os Fatores de Proteção Solar (FPS) presentes em todos os filtros solares são uma medida que indica quanto tempo uma pessoa pode ficar exposta, sem se queimar. Eles auxiliam na escolha do produto de acordo com o tipo de pele. Para peles mais claras, o tempo de exposição solar é necessário para queimá-las é menor do que para peles mais morenas.

Portanto, as peles mais claras necessitam de filtros com FPS mais altos (30), enquanto que nas peles morenas (mais resistentes), um FPS mais baixo é suficiente para garantir a proteção solar (mínimo de 15). Deve-se usar o filtro solar de maneira regular com um FPS entre 15 e 30, dependendo do tipo de pele, presença de doenças de pele, prática de esportes, altitude da região e condições ambientais.

Para obter uma melhor proteção é necessário aplicar o protetor solar de 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol, em todas as áreas expostas, de forma abundante e uniforme.


Devem ser utilizados, protetores em bastão (protetor labial) para áreas mais sensíveis.
Os fotoprotetores devem ser reaplicados frequentemente, a cada duas horas de exposição ou após a imersão em água, exercícios físicos ou transpiração excessiva.
Evite a exposição solar entre 10 horas da manhã e 15 horas (período de maior incidência de radiação ultravioleta).









Fonte: Sarah Liepkalm - CRF SP 29.598



Crédito da imagem:





Nenhum comentário:

Postar um comentário